Visualização de vídeos

Os vídeos e músicas postados neste espaço podem não ser visualizados em versões mais recentes do Internet Explorer, sugiro a utilização do Google Crome, mais leve e rápido, podendo ser baixado aqui.

quarta-feira, 20 de março de 2013

ANTANAS SUTKUS: UM OLHAR LIVRE

Mais uma grande exposição de fotografias proporcionada pela Caixa Cultural, mantendo assim sua tradição de nos trazer o que de melhor se produz nesse suporte.

De um artista ainda atuante, figura de grande importância na fotografia Lituana, nos apresenta uma realidade diferente do "Eldorado" socialista da URSS preconizado por seus dirigentes que queriam mostrar uma vida utópica, de pleno bem estar, nunca conseguido por seu regine de governo.

Com fotos em preto e branco de uma beleza e delicadeza ímpar, apresenta o cotidiano de seus conterrâneos, sem enfeites nem disfarces, somente seu cotidiano e sua realidade, também sem tristezas ou mazelas.

Um belo passeio.

P.S.: Revendo as fotos percebi o melhor delas, que é o olhar das crianças, quantas sensações, quantas emoções contidas em cada rosto.


Borodin - Polovtsian Dances - Parte


Abaixo das imagens, o "press-release", fornecidos pela assessoria de imprensa da Caixa Cultural e Maria Vragova da Ars et Vita.







CAIXA CULTURAL SÃO PAULO APRESENTA A EXPOSIÇÃO ‘ANTANAS SUTKUS: UM OLHAR LIVRE’

Exposição do fotógrafo lituano Antanas Sutkus terá uma videoconferência com o próprio autor

A CAIXA Cultural São Paulo inaugura, no dia 2 de março, a exposição “Um olhar livre”, do fotógrafo lituano Antanas Sutkus, com aproximadamente 120 fotos, que têm como temática seu principal interesse: as pessoas. Com um olhar único, ele convida o visitante a percorrer, numa perspectiva livre sobre a simplicidade, o cotidiano e a expressão particular de cada um destes indivíduos. A mostra, que segue até o dia 21 de abril, tem entrada franca e patrocínio da Caixa Econômica Federal. A curadoria é de Luiz Gustavo Carvalho.
Por intermédio da mostra “Um olhar livre”, na qual o próprio título sugere o comportamento do público, não existe apenas a oportunidade de se conhecer a obra de um dos maiores fotógrafos da antiga União Soviética, mas também de testemunhar o dia-a-dia daquela população, por meio das imagens, e reinterpretar esse olhar a cada ângulo. Tudo o que foi registrado contradizia a censura socialista e as linhas estéticas, que eram ditadas pelos poderes: o coletivismo das massas. Sutkus passou a ser um dos fotógrafos que mais fugiu ao formalismo soviético.
Antanas Sutkus construiu sua obra ignorando os estandartes dos ideais totalitários. Escapando da censura política, ele descreveu as vidas retratadas de forma justa, meiga, às vezes irônica, mas sempre forte, fugindo de qualquer sistema ou influência.

Sobre Antanas Sutkus:

Um dos mais expressivos fotógrafos da atualidade. Formado pela Universidade de Vilnius, começou a fotografar ainda nos anos 1950, contra os cânones do realismo soviético, então vigentes. Ele também fundou a escola de fotografia na Lituânia, dando assim um grande impulso à fotografia em todos os países bálticos.
Em 1969, sob sua iniciativa, foi fundada a Sociedade da Arte da Fotografia, em Vilnius, que reunia todos os fotógrafos com talento da Lituânia, que tinham as mesmas aspirações. Sutkus foi como um trovador soviético e, conforme relatou numa entrevista sobre a criação da Sociedade, os membros eram patriotas da Lituânia. “Com as nossas fotografias, queríamos mostrar que a Lituânia era diferente de todo o resto da União Soviética. Aspirávamos mostrar o espírito do povo, a sua mentalidade”.
Durante o período soviético, a maior parte da produção fotográfica de Sutkus foi para os arquivos, sem ao menos serem mostradas ao público. Entretanto, algumas fotografias, que chegaram a outros países, atraíram grande interesse e, em 1976, o fotógrafo foi condecorado com um prêmio da Associação Internacional de Fotografia Artística, associação da qual ele é membro até hoje.

Informações e entrevistas:

Maria Vragova – (21) 8634 5374m.vragova@arsetvita.com

Serviço:

Exposição ‘Antanas Sutkus: Um Olhar Livre’
Abertura para convidados e imprensa: 2 de março de 2013 (sábado), às 11h
Visitação: de 2 de março a 21 de abril de 2013
Horário de visitação: de terça-feira a domingo, das 9h às 20h
Local: CAIXA Cultural São Paulo – Praça da Sé, 111 – Centro – São Paulo (SP)
Informações, agendamento de visitas mediadas e translado (ônibus) para escolas públicas: (11) 3321-4400
Acesso para pessoas com necessidades especiais
Entrada: franca
Recomendação etária: livre
Patrocínio: Caixa Econômica Federal


6 comentários:

  1. Belos registros, realmente.

    Obrigado por nos apresentar, Macário. Grande abraço!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. José, obrigado pela visita. É sempre uma honra.

      Excluir
  2. Belíssimas fotos. Não conhecia esse fotografo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Rachel,
      Esse comentário vindo de outra grande fotógrafa mostra seu real valor.
      Bjs e obrigado.

      Excluir
  3. Está entre os grandes! Merecedor de todo nosso respeito.
    Parabéns, Maca. Sempre nos atualizando.
    Bjs,
    Elaine

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Então Elaine, espero que essas "dicas" sejam plenamente desfrutadas. Bjs.

      Excluir